Red Bull suspende piloto por comentários racistas e homofóbicos

Nesta segunda-feira (21), a Red Bull precisou suspender um de seus pilotos, porém não se trata de Max Verstappen e nem mesmo Sergio Pérez. Mas sim do piloto da Fórmula 2, Jüri Vips. O estoniano de 21  anos faz parte da academia de jovens pilotos da Red Bull.

O motivo da suspensão

Jüri Vips participou de uma transmissão no Twitch, que é uma plataforma de streaming de vídeos ao vivo. O piloto estava no canal do neozelandês Liam Lawson. No entanto, Lawson além de ter esse canal também é piloto da academia da Red Bull.

Na transmissão, Vips pronucniou uma expressão que quando é utilizada, é direcionada de forma ofensiva aos negros. Na sequência, quando Lawson joga um boné rosa da Red Bull da direção de Vips ele diz que “rosa é uma cor gay”.

Red Bull emite comunicado de forma imediata

Pouco depois de toda a situação envolvendo Jüri Vips, a Red Bull divulgou um comunicado em suas redes sociais, dizendo que condena as atitudes do piloto. Mas o piloto também foi suspenso de suas atividades.

“A RBR suspendeu o piloto júnior Jüri Vips de todas as funções da equipe com efeito imediato, aguardando uma investigação completa do acidente. Como organização, condenamos qualquer tipo de abuso e temos uma política de tolerância zero a linguagem ou comportamento racista dentro de nossas organizações”.

Vips também se posiciona

Mas não foi apenas a Red Bull que falou sobre o caso, Jüri Vips em seguida também divulgou nota sobre o ocorrido. 

“Eu desejo, sem restrições, pedir desculpa pela linguagem ofensiva utilizada durante uma transmissão hoje. Esta linguagem é inaceitável e não traduz os valores e princípios que eu carrego. Arrependo-me profundamente das minhas ações e não é o exemplo que quero deixar. Vou cooperar com a investigação“.

Vips é considerado um dos melhores pilotos da academia da Red Bull, teve um início promissor no kart e foi campeão da F4 alemã em 2017. No ano seguinte a equipe austríaca o contratou. O estoniano atualmente corre pela F2 e já conquistou três pódios até então pela escuderia Hitech, o piloto está na sétima colocação.

Mas Vips já teve seu momento na Fórmula 1, em maio deste ano, no GP da Espanha ele esteve na primeira sessão de treinos livres, substituindo Checo Pérez

Imagem: Divulgação

Related posts

One Thought to “Red Bull suspende piloto por comentários racistas e homofóbicos”

  1. […] Red Bull suspende piloto por comentários racistas e homofóbicos […]

Deixe uma resposta